Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Canoas Acabou

APAV finaliza em sexto na Superliga B, após encerramento devido ao coronavírus

Reunião da CBV definiu encerramento da competição devido a ameaça do coronavírus. Classificação foi a mesma em que os clubes terminaram a primeira fase

Última atualização: 18.03.2020 às 20:33

APAV ficou em sexta na classificação final conforme a colocação em que terminou a primeira fase da competição Foto: Pérsio Ciulla/TXT Sports
Na tarde desta quarta-feira, após votação realizada entre os oito clubes participantes da Superliga B, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) determinou o encerramento da edição 2020, em virtude do risco gerado pelo coronavírus. "É uma pena terminar assim. Estávamos com boas perspectivas para os playoffs contra o Anápolis, inclusive com a volta de quem estava lesionado. Teríamos o grupo completo pela primeira vez. Mas pensando na saúde, a maioria dos clubes foi razoável optando pela não continuidade da competição", disse Gustavo Endres, auxiliar técnico e gestor esportivo da APAV Vôlei, que finalizou na sexta colocação.

Com cinco votos a favor do fim do campeonato e três contra, a classificação final ficou conforme a ordem em que os clubes terminaram a primeira fase da competição: Guarulhos (SP), Uberlândia (MG), Anápolis (GO), Brasília (DF), Juiz de Fora (MG), APAV (RS), Lavras (MG) e São José Vôlei.

"Em virtude do problema mundial pelo qual estamos passando, não seria coerente a gente não concordar com a atitude de encerramento. Lamentamos, mas é pela preservação dos nossos atletas e das famílias que vão aos jogos", concluiu Almir Beltrame, diretor institucional da equipe gaúcha.

Confira a nota da CBV na íntegra

Após a definição pelo fim da Superliga B feminina, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) se reuniu, virtualmente, também com os clubes da masculina e, na tarde desta quarta-feira (18.03), ficou decidido pelo fim da edição 2020 do campeonato em virtude do risco gerado pelo coronavírus (COVID-19). Os oito times votaram, com cinco votos a favor do fim do campeonato e três contra, e pelo bem de todos os envolvidos na competição, não haverá mais partida alguma tendo, assim, a classificação final respeitando a de momento.

As reuniões virtuais, realizadas por videoconferência, com os clubes da Superliga Banco do Brasil serão realizados nesta quinta-feira (19.03), com as equipes do feminino pela manhã e do masculino na parte da tarde.

A CBV, que conta com um comitê de crise composto por área técnica, médica e jurídica, entre outros, apresentou a proposta pela conclusão do campeonato, já que a preocupação da entidade com a saúde está acima de qualquer outra questão. Após a decisão, então, a entidade recomendou que todos os clubes liberem seus atletas de treinamento e que os mesmos permaneçam em casa, seguindo as recomendações das autoridades da saúde.

Com a definição, a classificação final da temporada 2020 da Superliga B masculina ficou assim: Vedacit Vôlei Guarulhos (SP), Uberlândia/Start Química/Gabarito (MG), Anápolis Vôlei (GO), Brasília Vôlei/Upis (DF), JF Vôlei (MG), Apav Vôlei (RS), Lavras Vôlei (MG), e São José Vôlei (SP).

“Passamos por esta mesma situação mais cedo, com o fim da Superliga B feminina, e agora com a masculina. Estamos tristes pela situação, por ter que finalizar a competição desta forma, sem a oportunidade de ver a final depois de uma temporada tão equilibrada. Estamos privados de ver o que aconteceria no playoff, com uma disputa bonita e decidida na quadra, mas foi preciso ser decidido na mesa. É para o bem de todos”, declarou o Superintendente de Competições Quadra da CBV, Renato D´Avila.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.