Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Flexibilizações

Canoas é classificada em bandeira laranja pela terceira semana consecutiva

Pela primeira desde a criação do mapa de Distanciamento Controlado todas as regiões estão em bandeira laranja

Por Shállon Teobaldo
Publicado em: 25.09.2020 às 18:20 Última atualização: 26.09.2020 às 14:36

Trabalho continua intenso nas unidades de saúde Foto: DIVULGAÇÃO
A 21ª rodada do mapa preliminar de Distanciamento Controlado do Governo do Estado, coloca a R-8, região encabeçada por Canoas, em bandeira laranja pela terceira semana consecutiva. A classificação, divulgada às 18h desta sexta-feira (25), representa risco médio em relação à Covid-19 e permite flexibilização nas regras para funcionamento de atividades na cidade. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, novos registros de hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que resultaram em diagnóstico confirmado de coronavírus, caíram 25% nas últimas semanas no Rio Grande do Sul.

Conforme o último boletim epidemiológico da Prefeitura de Canoas, divulgado nesta quinta-feira (24), registra 7.052 casos da doença no município. Destes, 5.966 já estão recuperados e 256 pessoas perderam a vida em razão da enfermidade. De positivo, a cidade confirma queda na taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados à pacientes com Covid-19, que diminuiu de 90% para 46% nos últimos dias. Apesar disso, Canoas figura entre as regiões que registraram o maior número de internações nos últimos sete dias, segundo o Governo do Estado, a partir do critério de local de residência do paciente.

Por conta do avanço na classificação, o município reabre ao público neste sábado (26) os parques do Capão do Corvo, Eduardo Gomes e o Mini Zoo, que terá regras específicas para não perturbar os animais. Além disso, a partir do dia 1º de outubro as creches particulares estão autorizadas a retomar suas atividades presenciais. Para qualquer setor, o uso de máscara, distanciamento de no mínimo 1,5m e álcool gel seguem sendo obrigatórios.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.