Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Lula é solto

‘Foi feita a justiça’, diz Vanazzi sobre a soltura de Lula

Prefeito de São Leopoldo destaca que a Constituição está sendo seguida

Por JEAN PEIXOTO
Última atualização: 08.11.2019 às 18:53

Vanazzi compartilhou em seu Twitter a foto último do comício de caravana Lula em São Leopoldo Foto: divulgação/Twitter/Vanazzi
Após a saída do ex-presidente Lula da carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, na tarde desta sexta-feira (8), o Prefeito Ary Vanazzi (PT) aposta em uma amenização do polarizado cenário político que o país atravessa. “Com o Lula solto vai se diminuir essa tensão no país, conduzindo a uma normalidade constitucional e legal. Essa prisão dele foi uma injustiça”, comenta.

“Eu sou legalista e penso que a lei precisa ser cumprida. Se a Constituição diz que a pessoa não pode ser presa com o trânsito em julgado, a lei precisa ser cumprida. No caso do Lula, ele foi preso injustamente com um claro objetivo político”, reitera.

Segundo ele, essa decisão do STF ajuda a dar uma amenizada nos conflitos ideológicos instaurados no país. O prefeito afirma que deve se concentrar nas demandas do município, mas não descarta a possibilidade de se encontrar com o ex-presidente em breve.

A prisão

Lula ficou 1 ano e 7 meses preso na Superintendência da Polícia Federal. Agora, ele terá o direito de recorrer em liberdade e só vai voltar a cumprir a pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias após o trânsito em julgado.

Os advogados pediram a soltura do petista depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a prisão após condenação em segunda instância.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.