Publicidade
Notícias | São Leopoldo São Leopoldo

Tribunal de Justiça mantém condenação de Vanazzi por improbidade administrativa

A 3ª Câmara Cível negou o recurso do prefeito de São Leopoldo em processo por criação de cargos de comissão com base em leis inconstitucionais

Por Thiago Padilha
Publicado em: 25.09.2020 às 18:00 Última atualização: 25.09.2020 às 19:14

Em julgamento realizado por videoconferência quinta (25) à tarde, a 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado (TJRS) negou o recurso interposto pela defesa do prefeito de São Leopoldo Ary 
Vanazzi (PT) em ação civil pública por improbidade administrativa.

Ele foi condenado em primeira instância, ainda em 2015, pela criação de cargos em comissão baseados em leis municipais que seriam inconstitucionais entre 2005 e 2012. Conforme a denúncia do Ministério
Público, esses cargos teriam sido criados para a “manutenção de seus correligionários nos quadros da administração municipal”.

Ele foi condenado à multa de cem vezes o valor da remuneração de prefeito, suspensão dos direitos 
políticos por cinco anos e proibição de contratar com o poder público por três anos. Vai recorrer.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.