Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | ABC Pra Você | Viver com saúde Sem desculpas

A 7 mil passos da vida com mais saúde

Caminhada pode reduzir índices de mortalidade entre 50% e 70%

Por Adriana Lima
Publicado em: 24.09.2021 às 06:00

Se você é daqueles que acha que o exercício físico de resultado precisa ser uma atividade muito elaborada, vai se surpreender com o resultado de uma pesquisa divulgada no início deste mês por cientistas da Universidade de Massachusetts, EUA.

Sem desculpas: caminhada é exercício com resultado e pode ser feito em qualquer lugar e hora
Sem desculpas: caminhada é exercício com resultado e pode ser feito em qualquer lugar e hora Foto: Adobe Stock

O estudo, publicado na revista científica Jama Network, concluiu que pessoas que caminham pelo menos 7 mil passos por dia reduzem o risco de mortalidade, em índices que variaram entre 50% e 70%.

O estudo aponta que a melhorar os níveis de atividade física entre a população, encorajando as comunidades a caminharem cada vez mais, trouxe benefícios a todas as idades, mas associou os resultados especialmente a evitar a morte prematura de pessoas entre 41 e 65 anos por causas cardiovasculares.

A pesquisa avaliou por 10 anos a rotina de 2.110 pessoas entre 38 e 50 anos, sendo 57,1% mulheres. Os participantes foram divididos em três grupos: um com pessoas que davam mais de 10 mil passos por dia; outro com pessoas que davam de 7 mil a 9.999 passos diariamente e um terceiro grupo com pessoas que davam menos de 7 mil passos por dia.

Mantenha a rotina

Os pesquisadores não avaliaram o ritmo das passadas - se eram leves ou pesadas -, mas descobriram que antes dos 7 mil passos não há significativa redução do risco de mortalidade.

Para o personal trainer Tauan Gomes, o estudo mostra que não é a complexidade do exercício que garante sua eficácia. O importante é manter a constância na atividade. "Algumas pessoas tendem a dar o máximo de si no início, e não conseguem prosseguir com as atividades por muito tempo. Sempre oriento meus aluno a manter um ritmo confortável, e se esforçar na disciplina diária."

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.