Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | ABC Pra Você | Viver com saúde SAÚDE

Dor forte no lado direito do abdômen pode ser pedra na vesícula

Veja quais são os perigos, os sintomas e formas de tratamento para o problema que pode causar complicações aos pacientes

Por Redação
Publicado em: 20.06.2022 às 05:51 Última atualização: 20.06.2022 às 07:06

Colelitíase, cálculo biliar, pedra na vesícula - independentemente do nome pelo qual se chame esta condição, ela causa uma dor muito forte no lado direito do abdômen e inspira cuidados. E, se não for tratada, pode levar até a obstrução intestinal.

Pedras ou cálculos na vesícula podem ser de tamanhos variados, até mesmo do tamanho de uma bola de golfe
Pedras ou cálculos na vesícula podem ser de tamanhos variados, até mesmo do tamanho de uma bola de golfe Foto: Fotos Adobe Stock
As alterações da bile ou do funcionamento da vesícula - fatores que originam as pedras - estão relacionadas a diversos aspectos, como obesidade, perda súbita de peso, genética, desequilíbrio hormonal, uso de determinados medicamentos, doenças no fígado, gravidez, diabete, hipotireoidismo, genética e dieta.

Segundo o cirurgião-geral e do aparelho digestivo João Couto Neto, o tratamento da enfermidade depende essencialmente dos sintomas. "Os cálculos biliares assintomáticos descobertos por acaso durante a realização de outros exames, normalmente, não necessitam de tratamento. É preciso, contudo, manter atenção aos sintomas relacionados aos cálculos e obter conselho médico em relação à situação clínica específica de cada paciente", afirma o médico.

Para os cálculos que causam sintomas, a melhor opção é a remoção cirúrgica da vesícula biliar. Essa operação faz-se habitualmente por via laparoscópica (colecistectomia laparoscópica). "A vesícula não é necessária para viver e a colecistectomia não tem consequências digestivas importantes."

João Couto informa que de todos os pacientes portadores de cálculos biliares, de 15 a 20% apresentarão complicações decorrentes mais graves. Essas podem ser referentes à obstrução da vesícula por cálculos maiores, como a colecistite aguda ou devido à migração dos cálculos biliares pequenos da vesícula para os dutos biliares, gerando a coledocolitíase, a colangite e a pancreatite aguda. Um risco associado à presença de cálculos de vesícula biliar é o desenvolvimento do câncer de vesícula.

Sintomas da pedra na vesícula

João Couto Neto, cirurgião
João Couto Neto, cirurgião Foto: Marcos Quintana
A dor pelo cálculo biliar é às vezes confundida com a de estômago, podendo durar de minutos a várias horas. Entre os sintomas estão dor forte no lado direito ou na parte central do abdômen, abaixo do osso esterno; nas costas do lado direito, entre as omoplatas ou no ombro direito; náuseas e vômitos, agudizados com ingestão de alguns tipos de alimentos.

Os sinais de alarme que aconselham a ida de imediato ao médico são dor tão intensa que não deixa o doente permanecer quieto; aparecimento de cor amarela nos olhos ou pele (icterícia); urina escura ou fezes claras; febre alta e arrepios. "É fundamental sempre, ao se manifestarem os sintomas, marcar consulta com um médico especialista em vesícula biliar para que o problema não se agrave", sugere o médico João Couto Neto.

Alimentação é fator de prevenção

Sabe-se que a alimentação é aspecto importante para evitar o problema ou reduzir os sintomas de quem já o tem. Em termos de prevenção é fundamental não saltar refeições, pois o jejum prolongado aumenta o risco de cálculos. Pessoas com litíase vesicular devem ter uma alimentação pobre em gorduras e prestar atenção ao perfil glicêmico, no caso de ser diabético. Numa crise de vesícula, a alimentação ideal deve ser orientada pelo médico.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.