Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Gramado CARTA DE REPÚDIO E PROTESTOS

Palestras dos ministros Cármen Lúcia e Dias Toffoli em eventos de Gramado serão virtuais

Movimentos de direita e carta de repúdio às presenças dos ministros na cidade antecederam mudança na forma de participação dos magistrados

Por Mônica Pereira
Publicado em: 22.06.2022 às 16:21 Última atualização: 22.06.2022 às 16:29

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia e Dias Toffoli, cancelaram as palestras presenciais que fariam nos próximos dias em Gramado. Desde o anúncio da presença dos magistrados na Serra, protestos contrários à participação deles nos eventos surgiram nas redes sociais. O compromisso dos magistrados nos eventos de Direito continua confirmado, porém, de forma virtual.

Palestras dos ministros Cármen Lúcia e Dias Toffoli em eventos de Gramado serão virtuais
Palestras dos ministros Cármen Lúcia e Dias Toffoli em eventos de Gramado serão virtuais Foto: Divulgação
A ministra Cármen Lúcia é uma das convidadas para a abertura da sétima edição do Congresso do Mercosul de Direito de Família e Sucessões, que inicia nesta sexta-feira (24), no Palácio dos Festivais. O evento é organizado pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família do Rio Grande do Sul.

Três empresas retiraram o apoio ao evento por causa de Cármen Lúcia. “Mas isso não vai afetar em nada o congresso”, reitera Braulio.

A palestra presencial da ministra estava marcada até segunda-feira (20) quando houve a alteração na modalidade de participação. “Ela não virá presencialmente em decorrência da agenda, mas fará a conferência de abertura de forma virtual e ao vivo. Nós gostaríamos de ter a ministra presencialmente, mas entendemos toda a dificuldade de deslocamento e de compatibilização de agendas. Os protestos não foram o motivo da não vinda da ministra”, explica o presidente do instituto, Braulio Pinto.

Já a participação do ministro Dias Toffoli será no dia 8, na 26ª Jornada Internacional de Direito, também no Palácio dos Festivais e de forma on-line. Oficialmente, o motivo para a mudança também seria a agenda do ministro.

Movimentos contrários

O empresário de Porto Alegre, Carlos Sanchez, é idealizador do movimento Bandeira na Janela, que assina a chamada Carta de Gramado, que repudia a presença de ministros do STF na cidade e se intitula em defesa da instituição STF.

“A carta foi o instrumento criado por dezenas de grupos que, não contentes e não concordando com a vinda de vários ministros do STF para a Serra gaúcha para proferir palestras, resolveu protestar, nos manifestar e colocar a nossa posição, que não nos sentíamos confortáveis com a presença deles aqui e gostaríamos que não viessem”, destaca.

O documento é assinado por outros 17 movimentos, dentre eles, o Mulheres de Direita, de Gramado, que fez um protesto, na manhã do sábado (18), com carros adesivados com mensagens como “Cármen em Gramado não!” e “Gramado veta Toffoli”.

Apesar de haver, nas redes sociais, ameaças de protestos e de jogar ovo no ministro Dias Toffoli, Carlos diz que os movimentos nunca incitaram qualquer tipo de violência contra os ministros.

No domingo (26), haverá um encontro de motociclistas como uma forma de comemoração. “Às 13h30 haverá o encontro com a população na frente do Palácio dos Festivais. Não há vínculo com o presidente e sim com o documento Carta de Gramado”, ressalta. 

Agenda de Mourão na Serra

Quem está com viagem confirmada é o vice-presidente Hamilton Mourão. No dia 29 de junho, ele participa de um almoço empresarial no Hotel Buona Vitta, e fará uma palestra com a temática desenvolvimento do Brasil e os desafios para o Rio Grande do Sul. A expectativa é que o evento reúna 100 pessoas.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.