Publicidade
Notícias | Novo Hamburgo Na região

'Canto' da cigarra pode chegar a 100 decibéis; saiba mais sobre o inseto que faz barulho no calor

Animais têm sido ouvidos na região; eles emitem sons que se assemelham a zumbido, chocalho ou gemido estridente

Por Juliana Flor
Publicado em: 08.01.2021 às 13:18 Última atualização: 08.01.2021 às 13:35

Exúvia (casca) que as cigarras deixam depois de 17 anos enterradas Foto: Jackson Müller/Especial
Junto com o calor, moradores da região têm notado um som diferente, o "canto" da cigarra. O barulho produzido pelos machos da espécie pode chegar aos 100 decibéis, mais alto que um aspirador de pó ou  um liquidificador ligados. O biólogo Jackson Müller explica que os sons se assemelham a um zumbido, chocalho ou gemido estridente.

Cigarra emite zumbido, chocalho ou gemido estridente Foto: Jackson Müller/Especial
Ele é usado para atrair as fêmeas e acontece entre a primavera e o verão, período de acasalamento do inseto. Müller ainda ressalta que em Novo Hamburgo há também uma espécie que veio de outras regiões que é mais barulhenta. "As nossas cantavam mais baixo", lembra.

Som é emitido pelo abdômen

Uma das curiosidades da cigarra é que o som é emitido por um órgão na região do abdômen que funciona como se fosse uma caixa acústica. "Entretanto, só no macho é encontrada uma membrana que produz movimentos que permitem a emissão do som", destaca.

São pelo menos duas as espécies causadoras do som estridente: Quesada gigas (Olivier, 1790) e Guyalna viridifemur (Walker, 1850).

Som ouvido na região é semelhante ao que está no vídeo abaixo:

Outras curiosidades

O biólogo ainda comenta que, após a reprodução, as fêmeas botam seus ovos e morrem. Depois de saírem dos ovos, as jovens cigarras (ninfas) entram na terra e ficam lá até a época de reprodução. Elas alimentam-se da seiva retirada das raízes das plantas, enquanto aguardam o momento certo para cavarem túneis que as levem de volta à superfície. Algumas espécies de cigarras podem ficar até 17 anos enterradas, sendo um dos insetos que possuem a vida mais longa.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.