Publicidade
Notícias | Região Crime organizado

Presidiário construiu casa para esconder drogas e armas na Roselândia

Em fundos falsos e até no berço do filho de traficante solto há um mês, policiais civis encontraram 46 quilos de entorpecentes, quatro pistolas e munições, na manhã desta quinta-feira

Por Silvio Milani
Publicado em: 21.01.2021 às 21:24 Última atualização: 21.01.2021 às 21:26

Foram apreendidos 40,3 quilos de maconha, 4,4 quilos de cocaína em pó, 2,1 quilos de crack e quatro pistolas Foto: Polícia Civil
Uma residência de padrão de classe media que destoa dos casebres de madeira em um beco no bairro Roselândia, em Novo Hamburgo, servia como depósito de drogas de um presidiário. Em liberdade provisória há um mês, o traficante de 30 anos estava morando no imóvel com a mulher e o filho de colo. Na manhã desta quinta-feira (21), a Polícia Civil encontrou 46 quilos de entorpecentes em vários fundos falsos do piso e paredes. O traficante também escondia armas no berço do filho. Ele foi preso em flagrante.

“Essa casa foi construída para isso e o dono é conhecido nosso”, declara o delegado Ayrton Figueiredo Martins Júnior, da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de São Leopoldo. Os agentes chegaram à viela, que não tem nome de rua, por volta das 8 horas. O morador apareceu logo depois, de carro. Não esboçou reação. Ficou em silêncio. Com os primeiros sinais de flagrante, os policiais chamaram a esposa, que chegou com o filho no colo.

“Deu trabalho encontrar a droga. Foi necessário paciência”, comenta o delegado.

Tubos

Agentes tiveram que quebrar piso para chegar a compartimentos secretos na manhã de hoje Foto: Polícia Civil
Para chegar aos esconderijos no chão, os policiais tiveram que quebrar o piso. “Ali havia tubos bem fechados com cocaína e crack, principalmente na área de serviço. Seguimos procurando e, em um fundo falso na churrasqueira, encontramos maconha. Também havia compartimento secreto na pia da cozinha, com mais maconha. E mais maconha em uma porta debaixo da escada”, descreve. Foram apreendidos 40,3 quilos de maconha, 4,4 quilos de cocaína em pó e 2,1 quilos de crack.

Pistolas turcas e croatas no quarto do bebê

Nada mais surpreenderia os policiais, que revistaram também o quarto do bebê. No berço, enroladas em uma colcha, estavam escondidas quatro pistolas calibre 9 milímetros, três de fabricação turca e uma produzida na Croácia. No roupeiro, havia farta munição do mesmo calibre. Foi ainda recolhido o carro do presidiário, cujo modelo não é informado pelo delegado para não atrapalhar as investigações. O veículo está registrado em nome de familiar.


Investigação apreendeu R$ 56 mil em dezembro

Ayrton revela que, na noite de 23 de dezembro, foram apreendidos R$ 56 mil em dinheiro do traficante da Roselândia. As cédulas, encontradas em compartimentos secretos de um Peugeot 208, seriam usadas para pagamentos relacionados ao tráfico no interior do Estado. As cidades e regiões não são reveladas para preservar a investigação.

“Tínhamos a informação de que esse indivíduo fazia transporte de droga e passamos a monitorar. Apuramos que determinado veículo estava sendo utilizado e compartilhamos informações com a seção de inteligência da Polícia Rodoviária Federal, que conseguiu abordar o Peugeot na BR-116, em São Leopoldo.” Parte do dinheiro estava debaixo do sistema de som, no painel, e outra em esconderijo no para-choque traseiro. O motorista foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma, pois levava ainda um revólver calibre 38. A arma era furtada. A companheira do condutor, que estava na carona, foi ouvida e liberada.



Família do tráfico

Segundo o delegado, a partir da apreensão dos R$ 56 mil, a Draco conseguiu provas contra o traficante da Roselândia. O casal abordado é da quadrilha dele. “Solicitamos mandado de busca e hoje cumprimos .” O criminoso estaria empregando familiares no esquema. “Ele tem irmãos também conhecidos pelo envolvimento no tráfico.” Os nomes não são revelados porque a investigação está em curso.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.