Publicidade
Notícias | Região Impasse

Bombeiros Voluntários reivindicam direito à vacina contra a Covid

Voluntersul afirma que critérios não estão claros e cobra do Estado prioridade na vacinação

Por Matheus Chaparini
Publicado em: 06.04.2021 às 11:33

Atuando na linha de frente em atendimentos a acidentes de trânsito, incêndios e outras ocorrências, os bombeiros voluntários entendem que deveriam ter direito à vacinação antecipada. No entendimento do Governo do Estado, não. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, serão vacinados neste momento agentes da Brigada Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Susepe.

A Voluntersul, associação que reúne 46 grupamentos de bombeiros voluntários no Rio Grande do Sul, reivindica junto à SES sua inclusão entre os profissionais de segurança e salvamento que tiveram a vacinação antecipada e já estão recebendo a primeira dose do imunizante.

Leia notícias sobre coronavírus

“Essa instrução não é clara. Estamos desde o meio de março encaminhando pedidos à SES, pedindo a inclusão dos bombeiros voluntários nesse grupo prioritário, justamente por estarmos presentes em 54 municípios fazendo esse trabalho de linha de frente no atendimento”, afirma o presidente da Voluntersul e comandante dos bombeiros voluntários de São Sebastião do Caí, Anderson Jociel da Rosa.

A entidade estima que os bombeiros voluntários atuem em pelo menos 54 municípios gaúchos. De acordo com Rosa, alguns municípios, como Igrejinha e Rolante, já vacinaram os voluntários

Sem resposta da SES, a Voluntersul avalia a possibilidade de ingressar na Justiça para tentar garantir prioridade na vacinação.

“Estamos tentando construir junto aos municípios, vamos tentar todas alternativas antes de entrar com uma liminar na Justiça.”

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.