Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SERPENTEANDO POR IVOTI

Escolas de Ivoti recebem projeto que trata da importância das serpentes no meio ambiente

Roda de conversa com alunos aborda também as alternativas para evitar acidentes ofídicos; nesta sexta-feira, mais de 80 crianças participaram do projeto

Por Carla Fogaça
Publicado em: 13.05.2022 às 20:40

Nesta sexta-feira (13), os alunos do terceiro e quarto ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental 25 de Julho, de Ivoti, receberam o projeto "Serpenteando por Ivoti". A iniciativa tem como objetivo mostrar aos estudantes a importância das serpentes para o meio ambiente e falar sobre as alternativas para evitar acidentes ofídicos.

O projeto, que já passou pelas Escolas Aroni e Concórdia, também fala sobre curiosidades, mitos e verdades sobre a cobra, com foco nas espécies que são possíveis encontrar no município. “As crianças estão adorando as atividades, acabam comentando com os pais em casa e a informação se espalha”, explica a coordenadora da escola, Maristela Milani Pinz.

Ainda conforme a educadora, quatro turmas foram contempladas com o Projeto, onde mais de 80 alunos participaram da conversa que durou cerca de 1h30. “Eu estou surpreendida com as informações que ouvi, e elas vão ajudar muito nas atividades em salas de aulas”, destaca.

Agora, os alunos que passaram pelo projeto vão realizar tarefas em formato de jogos, onde será possível retomar os assuntos debatidos durante a roda de conversa. A Escola Ildo Meneghetti será a próxima a receber a atividade, no dia 20 deste mês.

Curiosidades

A professora de Ciências e Biologia e também ministrante do projeto, Janaine Melchiors, destaca diversas curiosidades e mitos sobre a cobra, incluindo que a diferença da cobra coral verdadeira para a falsa-coral é que a falsa possui a barriga e laterais brancas. “Só que isso só vale para o Rio Grande do Sul, nos demais estados as cobras corais são bem parecidas e muitas vezes só um especialista consegue diferenciar”, conta Janaine.

Outra curiosidade destacada por ela é que as serpentes não cuidam dos filhotes. “Diante disso, podemos dizer que quando dizem que se matamos uma cobra a mãe volta para procurar o filho é mito, pois os ofídios não têm um instinto maternal”, diz a professora.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.