Publicidade
Opinião Opinião

Velhice virou doença

Por Geraldine Alves dos Santos
Publicado em: 19.06.2021 às 03:00

Como diria o gaudério: "Me caiu os butiás do bolso." Em um período em que se fala o absurdo que não precisamos mais usar máscaras, surge uma outra notícia tão absurda quanto a primeira. A velhice vai ser colocada no CID -12 como doença.

O CID é a classificação estatística internacional de doenças e problemas relacionados com a saúde. Periodicamente ela é revisada e embasa vários processos realizados na área da saúde. Desde a classificação da doença colocada em um prontuário, a prescrição de medicamentos e de tratamentos, até a certidão de óbito.

Há 30 anos trabalho na área de gerontologia. Não conheço nenhum caso em que a pessoa "morreu" de velhice ou ficou "doente" de velhice. Naturalmente, ocorrem doenças no período do ciclo vital da velhice, que segundo a Organização Mundial da Saúde se inicia aos 60 anos nos países em desenvolvimento e aos 65 nos países desenvolvidos.

Mas se formos por essa lógica também se deve colocar a infância na classificação do CID. Crianças também morrem. Será que também morrem de infância como as pessoas idosas de velhice?

Talvez muitas pessoas não compreendam a importância dessa situação. Mas ela vai promover a médio e longo prazo muitos problemas individuais e para nossa sociedade. O Brasil não é mais um país de jovens. Mas parece que ainda não entendeu isso. Estamos mais para um país de pessoas idosas. E estamos caminhando a passos largos para esta situação.

Lembrando que países desenvolvidos tiveram um crescimento gradual do processo de envelhecimento e estão muito preocupados com as situações que vão ocorrer em poucos anos. Portanto, nós temos preocupações muito maiores pela frente.

Começamos com o problema da violência e do preconceito. Neste sentido, colocar a velhice como doença apenas piora o cenário que já temos. Quem vai querer contrair esta "doença" chamada velhice. Quem quer ficar perto de pessoas que têm esta doença. Quais são os sintomas. Como se trata essa doença.

Para piorar a situação conduzimos nossos estudos baseados em dados. Qual será a informação estatística de doenças como causa da morte de uma pessoa depois dos 60 anos? Velhice. Desaparecem problemas respiratórios, cardíacos, câncer, etc.

Mundialmente estamos há décadas estudando as doenças que podem ocorrer na velhice, mas também demonstrando com bases cientificas que a velhice pode ser ativa, funcional e bem-sucedida, mesmo com a presença de doenças e em idades avançadas. Mas nossa preocupação é manter as pessoas o máximo de tempo possível independentes, com autonomia, vivendo em suas residências, com qualidade de vida e não com o estigma de terem/serem uma doença.

Sempre considerei um absurdo as pessoas não aceitarem ser idosas. Uma verdadeira conquista da humanidade e da ciência. Mas agora ser classificada como uma doença... É muita decepção esse retrocesso.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.